Ex-agente de Ribéry pede 6 milhões de euros por fraude

O ex-agente do jogador francês Franck Ribéry, que atua no Bayern de Munique, processou seu antigo cliente e amigo por fraude e pede 6 milhões de euros (cerca de R$ 20 milhões) em conceito de comissões pelos serviços prestados. "Ribéry me deve mais de 6 milhões" de euros, afirma Bruno Heiderscheid, em declarações publicadas neste sábado pelo jornal alemão Bild. Segundo Heiderscheid, ele próprio conduziu as negociações para a transferência de Ribéry do Olympique de Marselha ao Bayern de Munique, mas, duas semanas antes de fechar a contratação, o jogador rescindiu o contrato do agente. Como explicação, segundo o agente, Ribéry disse ao telefone que a esposa, Wahiba, não estava de acordo com que ele continuasse a ser seu assessor, o que leva Heiderscheid a afirmar que o jogador é totalmente dominado pela mulher. Heiderscheid, luxemburguês e de 40 anos, já tinha processado o jogador perante o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS, em francês), mas perdeu, em abril de 2008. Agora, o agente colocou um novo requerimento diante da Procuradoria de Marselha, com o argumento de que as alegações de Ribéry perante o TAS eram baseados em declarações falsas e em alguns documentos igualmente falsificados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.