Rodrigo Coca/ Agência Corinthians
Rodrigo Coca/ Agência Corinthians

Ex-atacante do Corinthians diz que estilo de Pedrinho faz 'lembrar Messi'

Companheiro do jogador dos tempos de categoria de base alvinegra, Gustavo Tocantins 'apresenta' o jovem reforço para a torcida do Benfica

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de março de 2020 | 12h45

Pedrinho, o mais novo reforço do Benfica, tem sido uma incógnita para a torcida do clube de Lisboa e para a imprensa de Portugal. Mas, se depender de Gustavo Tocantins, seu ex-companheiro das categorias de base do Corinthians, ele chegará com moral em solo lusitano. Na opinião do jogador, o meia corintiano tem características que se assemelham ao craque argentino Lionel Messi, do Barcelona.

"Na base, Pedrinho era um camisa 10 e agora é mais extremo. Ele é diferente e, por isso, nunca pensei em compará-lo com ninguém, tem um estilo muito próprio que não se vê em outro. Mas, pela forma como vai buscar a bola, quer ter jogo e como usa o pé esquerdo, faz lembrar o estilo de Messi, sem querer comparar", ponderou Gustavo Tocantins, em entrevista ao jornal português O Jogo.

A série de elogios a Pedrinho não parou por aí. O futebol do brasileiro foi comparado ao de João Félix, jovem sensação do Atlético de Madrid, tido por muitos como o sucessor do atacante Cristiano Ronaldo na seleção portuguesa.

"Pedrinho é muito habilidoso, podem tocar a bola nele que não queima, sabe bem o que fazer com ela. O Benfica é uma equipe que gosta de ter bola e isso é a cara do Pedrinho", disse o atacante, que continuou: "Têm características diferentes, João Félix é mais finalizador e o Pedrinho é mais habilidoso, lê o jogo. Vai dar muitas assistências".

Gustavo Tocantins defendeu as categorias de base do Corinthians entre 2014 e 2015, até ser emprestado para a Portuguesa, em 2016. Da equipe brasileira o atacante foi para o Estoril, de Portugal, mas retornou ao Brasil em 2018, por empréstimo, para defender o Londrina. O jogador retornou a Portugal no mesmo ano, mas dessa vez vendido ao Vilafranquense, que atualmente se encontra na segunda divisão.

O Benfica desembolsou 20 milhões de euros (R$ 133 milhões) para ter Pedrinho como reforço. O meia ficaria no Corinthians até o término do Campeonato Paulista, mas com a paralisação devido ao novo coronavírus (covid-19), sua permanência, no Brasil, deve ser prolongada até a abertura da janela de transferências europeia, em julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.