Ex-auxiliar de Mano Menezes na seleção leva o Vila Nova ao rebaixamento

Pela primeira vez na história, equipe de Sidney Sampaio cai em campo no Campeonato Goiano

AE, Agência Estado

17 de março de 2014 | 12h13

GOIÂNIA - Segundo maior campeão do futebol goiano, com 15 títulos, só atrás do Goiás, o Vila Nova vai disputar a segunda divisão do Estadual no ano que vem. O rebaixamento foi decretado neste domingo, com uma rodada de antecedência, após derrota da equipe alvirrubra para a Aparecidense, por 2 a 0. A queda é a primeira em campo sofrida pelo Vila Nova no Campeonato Goiano.

Em 2000, o clube deu um W.O. num clássico contra o Goiás e foi rebaixado pela Justiça Desportiva. No mesmo ano, porém, jogou a segunda divisão e participou normalmente da elite em 2001, quando acabou se sagrando campeão. O rebaixamento deste ano foi causado principalmente pela montagem de um elenco formado principalmente por garotos das categorias de base.

Depois de conseguir o acesso à Série B do Brasileirão no fim de 2013, a diretoria optou por reservar dinheiro para ter um time forte no torneio nacional, deixando de lado do Goiano. Quando a situação já era caótica, o clube acertou a contratações de jogadores como os atacantes Soares (ex-Cruzeiro e Flu) e Rico (ex-São Paulo) e do volante Agenor (ex-Ponte Preta). O técnico Sidney Soares, ex-auxiliar de Mano Menezes na seleção brasileira, foi contratado no início do mês, mas não reverteu a situação.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVila NovaCampeonato Goiano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.