Nezar Balout/AFP
Nezar Balout/AFP

Ex-capitão da seleção, Djamel Belmadi é confirmado como novo técnico da Argélia

Ex-atleta de 42 anos assume cargo no lugar de Rabah Madjer, outro ex-jogador importante do futebol argelino

Estadão Conteúdo

02 Agosto 2018 | 13h05

A Federação Argelina de Futebol (FAF) anunciou oficialmente nesta quinta-feira a contratação de Djamel Belmadi como novo técnico da Argélia. Ex-capitão da seleção do país, o treinador de 42 anos acertou acordo para dirigir a equipe nacional até a Copa do Mundo de 2022, marcada para ocorrer no Catar entre 21 de novembro e 18 de dezembro.

+ Catar exibe preocupação com logística da Copa de 2022

+ Sob investigação, Copa no Catar será definida pela política

+ Fifa ingênua ou cúmplice de abusos de direitos humanos?

Por meio de uma curta nota divulgada em seu site, a FAF revelou que o compromisso foi fechado na última quarta-feira, em Paris, onde o comandante se encontrou com o presidente da entidade, Khireddine Zetchi, para uma reunião na qual ficou combinado que ele "assinará em breve" o seu contrato.

Nascido em Champigny-sur-Marne, na França, mas com nacionalidade argelina, Belmadi assumirá o cargo como substituto de Rabah Madjer, considerado o maior jogador da história da Argélia, mas demitido em junho após ficar apenas oito meses no posto.

A seleção não consegue obter resultados expressivos desde quando fez bonito ao avançar às oitavas de final da Copa do Mundo de 2014, no Brasil, onde só foi eliminada na prorrogação do confronto com a campeã Alemanha, que ganhou do rival africano por 1 a 0, no sufoco, para seguir viva na competição.

Depois do torneio em solo brasileiro, o bósnio Vahid Halilhodzic optou por deixar o comando da seleção argelina, que desde então contou com cinco treinadores e fracassou em sua tentativa de se classificar para o Mundial realizado neste ano na Rússia. Passaram pelo cargo neste período o francês Christian Gourcuff, o sérvio Milovan Rajevac, o belga George Leekens, o espanhol Lucas Alcaraz e finalmente Rabah Madjer.

Substituto da lenda argelina, Djamel Belmadi defendeu, entre outros clubes, o Olympique de Marselha e o Manchester City em sua carreira como jogador. Ex-meio-campista, ele também defendeu a seleção da Argélia em 20 jogos entre 2001 e 2004, marcando cinco gols pelo time nacional.

O primeiro maior desafio de Belmadi no cargo será classificar a Argélia para a Copa África das Nações de 2019. O país ocupa o Grupo D das Eliminatórias para a competição e joga pela segunda rodada da chave no próximo dia 7 de setembro, contra Gâmbia, fora de casa. Em sua estreia no qualificatório, em 11 de junho, os argelinos venceram o Togo por 1 a 0, atuando como mandantes.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.