AP Photo
AP Photo

Ex-companheiro de Neymar no Santos pode ser contratado pelo Barcelona

Lateral-direito Danilo, do Porto, é visto com bons olhos para substituir Daniel Alves

O Estado de S. Paulo

17 de março de 2014 | 16h39

SÃO PAULO - Segundo o jornal catalão Sport, o lateral-direito Danilo, do Porto, pode ser contratado para o lugar do também brasileiro Daniel Alves, do Barcelona, que já expressou desejo de defender outro clube na próxima temporada, o destino de Alves seria o Paris Saint-Germain ou algum clube da Itália. Danilo que foi companheiro de Neymar no Santos, na conquista da Copa Libertadores 2011, completa 23 anos em julho e pode ser a próxima contratação do clube catalão, que passa por reformulação no elenco da equipe profissional.

Ainda de acordo com o diário esportivo de Barcelona, Dani Alves pode ser negociado ainda no meio do ano, e Tata Martino já manifestou desejo de não perder peças defensivas. O suplente direto do brasileiro na equipe espanhola, Martín Montoya, ainda não selou sua renovação, fato que pode impulsionar a contratação de Danilo, que agrada ao comandante argentino por sua versatilidade e bom preparo físico.

O lateral, que pode atuar pelos dois lados do campo, é visto como disciplinado taticamente, e ataca e defende com facilidade, fato a ser levado em consideração pelos dirigentes da equipe do Camp Nou. O diretor de futebol do Barcelona, Andoni Zubzareta e o próprio Tata Martino, enviaram um observador ao Porto, para analisar de perto o jogador em ação contra o Napoli, pela Liga Europa, na última quinta-feira com a finalidade de produzir um relatório sobre as qualidades do jogador.

Com contrato válido até 2016 com o clube português, a diretoria do Porto pode barrar a negociação que é especulada em aproximadamente R$ 65 milhões ou abrir leilão pelo lateral-direito, tendo em vista que o futebol de Danilo chama atenção de outros clubes europeus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.