Rafael Marchante / Reuters
Rafael Marchante / Reuters

Ex-Corinthians, Felipe rebate apelido de 'Vale-Tudo' ganho em Portugal

Benfica e Sporting rotulam o zagueiro do Porto como um jogador desleal

Estadão Conteúdo

22 Novembro 2017 | 11h50

Uma controvérsia surgiu em Portugal e envolve o zagueiro brasileiro Felipe, ex-Corinthians. O defensor, que atua pelo Porto, recebeu o apelido de "Felipe Vale-Tudo" dos rivais Sporting e Benfica, que o consideram um jogador violento, rótulo rechaçado pelo time azul e branco. O beque teme que o apelido possa prejudicar sua carreira.

+ Porto precisa vencer última partida para avançar na Liga dos Campeões

+ Veja a classificação do Campeonato Português!

Em uma conta do twitter destinada a profissionais de imprensa, o Benfica postou  "Felipe 'Vale-Tudo" volta a atacar. Sucedem-se as agressões e a impunidade", após a vitória do Porto sobre o Boavista, junto com um vídeo com duas "agressões" do brasileiro. Na partida seguinte, em que o Porto bateu o Belenenses por 3 a 0, postou:  "Mais dois lances claros de pênalti. A impunidade de Felipe 'Vale-Tudo' não pode continuar".

No segundo caso, as críticas foram reverberadas pelo diretor de comunicação do Sporting, Nuno Saraiva, que publicou em seu facebook: "Agora já percebi como é que o Porto se quer afirmar como bastião contra o centralismo de Lisboa. Bastou ver a forma como Felipe andou a distribuir fruta à boa maneira de Pizzi, Eliseu e Samaris!", utilizando a expressão portuguesa para agressões e aproveitando para criticar jogadores do Benfica.

O zagueiro e o clube realizaram a defesa por meio de redes sociais. Em post no instagram, Felipe condenou os que o julgam: "Todos são rápidos para julgar e opinar sobre a vida dos outros, mas são cegos e mudos para a vida própria", publicou. O Porto fez uma postagem ressaltando os poucos cartões tomados pelo brasileiro em sua carreira.

Felipe foi especulado como possível reforço do Real Madrid na última janela de transferências, em julho de 2017, e ainda não se descarta que possa ir para o clube espanhol no futuro. Por isso, o zagueiro teme que o apelido possa prejudicá-lo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.