Andres Stapff/Reuters
Andres Stapff/Reuters

Ex-Corinthians, Paulinho rescinde contrato com time saudita e fica livre no mercado

Jogador disputou apenas quatro partidas pelo Al Ahly antes de pedir o fim do vínculo

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de setembro de 2021 | 19h39

O meiocampista Paulinho, ex-Corinthians, está livre no mercado após rescindir contrato com o clube da Arábia Saudita Al Ahly. O volante havia sido contratado em junho e jogado apenas quatro vezes pelo time árabe, com dois gols marcados. O acordo do jogador de 33 anos era válido até o fim de junho de 2024.

Segundo o comunicado do Al Ahly, Paulinho quis a rescisão por motivos particulares e as partes entraram em consenso mútuo. Em junho, Paulinho já havia rescindido com o Guanghzhou Evergrande, da China, time que atravessa graves problemas financeiros.

Durante a última janela de transferências, Paulinho foi especulado em diversos clubes brasileiros e chegou a ser sondado por Grêmio e Corinthians, embora as negociações não tenham avançado. Ele treinou no CT do Red Bull Bragantino, time que defendeu em 2009.

Paulinho fez 167 jogos no Corinthians e foi um dos principais nomes da equipe nas conquistas do Brasileirão em 2011 e da Libertadores e do Mundial em 2012, além de também ter participado do título do Paulistão 2013. Do time alvinegro, foi vendido ao Tottenham, onde teve passagem ruim e acabou sendo vendido para o Guangzhou Evergrande. Ele também jogou no Barcelona na temporada 2017-18 e voltou ao time chinês.

Paulinho disputou as Copas de 2014 e 2018 pela seleção brasileira, embora não tenha apresentado bons desempenhos nelas. Estava também no time que venceu a Copa das Confederações de 2013. Com a camisa verde e amarela, foram 13 gols e 10 assistências em 56 jogos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.