Divulgação
Divulgação

Ex-Cruzeiro e Fluminense, meia argentino Martinuccio acerta contrato com o Avaí

Depois de despontar no Nueva Chicago, da Argentina, Martinuccio foi para o Peñarol, onde viveu o auge da carreira

Estadao Conteudo

29 de dezembro de 2017 | 18h54

Rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro, o Avaí anunciou nesta sexta-feira um importante reforço para o ano de sua reconstrução: o meia argentino Alejandro Martinuccio, de 30 anos, ex-Cruzeiro e Fluminense.

+ Promessa do Avaí, Renanzinho morre após complicações de tumor cerebral

"O jogador acumulou muita experiência pela passagem por vários clubes brasileiros. Chega para reforçar a criação da equipe ao longo da temporada, em desafios como o Catarinense, Primeira Liga, Copa do Brasil e a busca pelo retorno à Série A do Brasileirão", publicou o clube em seu site.

Depois de despontar no Nueva Chicago, da Argentina, Martinuccio foi para o Peñarol, clube uruguaio onde viveu o auge de sua carreira ao se tornar vice-campeão da Copa Libertadores de 2011 - perdeu a decisão para o Santos, que na época tinha Neymar e Paulo Henrique Ganso.

O argentino despertou, então, o interesse de uma série de clubes brasileiros. Chegou a acertar um pré-contrato com o Palmeiras, mas desistiu e foi para o Fluminense. Sem se firmar no clube carioca, Martinuccio foi emprestado posteriormente para Cruzeiro, Villarreal (Espanha) e Coritiba.

Em 2016, ao término do contrato com o Fluminense, acertou com a Chapecoense. Uma contusão impediu que ele embarcasse no trágico voo que resultou em 71 mortos. Ainda assim, não conseguiu se firmar no clube neste ano, foi dispensado e retornou para o Nueva Chicago.

Buscando reencontrar o bom momento, Martinuccio inicia a pré-temporada com o elenco do Avaí na próxima quarta-feira. Ele está feliz com o acerto, segundo informou o clube, e promete trazer "sua tradicional garra" para ajudar o time a retornar à primeira divisão nacional.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAvaí Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.