Ex-donos do Birmingham adquirem 50% do West Ham

David Sullivan e David Gold, ex-proprietários do Birmingham, adquiriram nesta terça-feira 50% do West Ham, da primeira divisão inglesa. O objetivo dos investidores é realizar, no futuro, a aquisição total.

AE, Agencia Estado

19 de janeiro de 2010 | 12h31

Sullivan terá o controle operacional e comercial do clube no acordo com a CB Holding, cuja parte majoritária pertencia ao banco islandês Bank Straumur. Agora, Sullivan procura investidores para realizar a aquisição completa, para a qual seriam necessárias 105 milhões de libras.

"Nós compramos 50% e eu tenho uma opção de compra do outros 50%", disse Sullivan. "Outros parceiros são bem-vindos. Quem quiser colocar 10 ou 15 milhões de libras poderá ter 10% do clube". Um dos empresários que pode ajudar Sullivan é Tony Fernandes, da Malásia, que fracassou anteriormente na tentativa de adquirir o West Ham.

"Nossa primeira prioridade deve ser garantir o West Ham na primeira divisão do futebol inglês", disse Sullivan. "Eu acredito que os jogadores deste clube têm mostrado grande empenho em tentar isso e a nova diretoria vai agir de todas maneiras possíveis para isso".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolWest Hamaquisição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.