Tony Gutierrez/AP
Tony Gutierrez/AP

Ex-goleira Hope Solo se interna para fazer tratamento contra alcoolismo

Norte-americana foi detida no início do mês após ser flagrada dirigindo embriagada e transportando dois filhos no carro

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de abril de 2022 | 22h46

Campeã mundial e bicampeã olímpica, a ex-goleira Hope Solo anunciou nesta sexta-feira, em suas redes sociais, que vai se internar para tratar sua dependência de álcool. A norte-americana se internará voluntariamente e, com isso, não poderá comparecer ao evento que lhe colocaria no hall da fama do futebol dos Estados Unidos.

A revelação da internação se deu justamente para explicar sua ausência e o consequente adiamento da premiação e homenagem. Em sua página oficial no Twitter, Hope Solo disse ter entrado em contato com a organização do evento e pediu que ele fosse celebrado somente em 2023.

"Entrei em contato com o Hall da Fama e pedi, respeitosamente, o adiamento da cerimônia para 2023. Estarei ingressando como paciente de um programa para enfrentar meus desafios com o álcool. Neste momento, minhas energias e foco estarão direcionados para a minha saúde, cura e cuidados com a família. Gostaria de agradecer o Hall da Fama pelo apoio e por compreender a minha decisão", escreveu a ex-goleira.

Polêmica, Hope Solo sempre esteve nos holofotes do futebol feminino, atuando em defesa da prosperidade do esporte e do respeito ao espaço das mulheres. Em 2016, publicou uma foto com máscara e uma tela mosquiteira antes dos Jogos Olímpicos do Rio para se "proteger" do zika vírus. Durante a Olimpíada, toda vez em que a goleira tocava na bola, a torcida brasileira gritava "zika".

Depois de ser eliminada nas quartas de final do evento, criticou as adversárias da Suécia, chamando-as de covardes. A fala gerou uma suspensão de seis meses na seleção norte-americana e encerrou a carreira da goleira, aos 35 anos.

Hope Solo conquistou a medalha de ouro olímpica em duas oportunidades: Pequim-2008 e Londres-2012. Ela também foi campeã do mundo em 2015 pelo seu país.

No início do mês, Hope Solo foi detida na Carolina do Norte por dirigir embriagada. Ela levava seus dois filhos pequenos no carro e, por isso, foi acusada de abuso infantil. Em 2014, ela também foi presa após ser acusada de agredir a irmã e um sobrinho adolescente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.