Andrew Yates / Reuters
Andrew Yates / Reuters

Ex-goleiro Iker Casillas retorna ao Real Madrid para ser dirigente

Ídolo do clube foi anunciado pelo presidente Florentino Pérez como adjunto do diretor geral

Redação, Estadao Conteudo

22 de dezembro de 2020 | 09h22

Iker Casillas está de volta ao Real Madrid. O ex-goleiro, que defendeu a meta do tradicional time espanhol por 25 anos, foi anunciado e recepcionado, nesta terça-feira, pelo presidente do clube Florentino Pérez, como adjunto do diretor geral.

"É uma lenda do nosso clube e o melhor goleiro de nossa história", afirmou uma nota postada pelo Real Madrid em suas redes sociais, referindo-se aos 19 títulos conquistados pelo ex-jogador: 3 Liga dos Campeões, 3 Mundiais, 2 Supercopas da Europa, 5 Campeonatos Espanhóis, 2 Copas do Rei e 4 Supercopas da Espanha. Pelo Porto, de Portugal, foi campeão português duas vezes, além de conquistar uma Copa e uma Supercopa de Portugal.

Pela seleção espanhol, Casillas, de 39 anos, atuou 167 vezes e ganhou uma Copa do Mundo, 2 Eurocopas e um Mundial Sub-20. "Orgulhoso em voltar para casa. Enfrento este novo desafio com toda a ilusão e vontade do mundo. Obrigado por me receberem", disse Casillas, que encerrou repentinamente sua carreira por causa de um problema cardíaco, sofrido em 2019.

"Não mudaria nada em minha carreira", disse Casillas em um documentário feito pela Movistar, ao destacar o título da Liga dos Campeões em 2000 e o da Copa do Mundo em 2010 como os mais importantes de sua coleção. Em seu retorno, Casillas vai reencontrar ex-companheiros de time que também trabalham no clube. São eles: Zidane, Raúl, Roberto Carlos e Arbeloa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.