Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Ex-goleiro Marcos melhora, mas continua internado em São Paulo

Médicos informam que ídolo da torcida do Palmeiras foi hospitalizado com dores articulares: internação visa avaliação mais detalhada

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

10 de fevereiro de 2015 | 17h16

O ex-goleiro do Palmeiras, Marcos, foi internado nesta terça-feira no hospital São Luiz, na zona sul de São Paulo, para tratar uma infecção ocorrida em decorrência de uma alergia. Nesta quarta-feira, um novo boletim médico foi divulgado, onde informa a melhora no estado clínico do ex-jogador. O ídolo palmeirense passa por exames médicos e não tem previsão de alta. O diagnóstico é de dores articulares.

Segundo a assessoria de imprensa do ex-goleiro, Marcos teve infecção, mas ainda não se sabe ao certo o que ocorreu. Alguns exames ainda serão realizados e, por enquanto, a ordem é que ele descanse. Desde sua aposentadoria, em janeiro de 2012, Marcos sumiu dos holofotes, mas tem feito bastantes eventos corporativos e algumas participações em ações do Palmeiras.

A última vez que Marcos apareceu foi no domingo, quando visitou os jogadores nos vestiários do Allianz Parque antes do clássico com o Corinthians. O ex-goleiro tem 41 anos e atualmente ocupa o cargo de "embaixador do Palmeiras".

Em novembro de 2013, foi lançado um documentário em homenagem ao jogador chamado "Santo Marcos". Com duração de quarenta minutos, o filme tem o depoimentos de ex-jogadores destacando as virtudes de "São Marcos", como é conhecido pelos torcedores do Palmeiras. Marcos passa bem, mas terá de passar por uma série de testes antes de receber alta.

BOLETIM MÉDICO

O Hospital São Luiz, Unidade Morumbi, informa que o ex-goleiro do Palmeiras e da Seleção Brasileira, Marcos, apresentou melhora importante no seu quadro clínico, passa bem e continua internado para finalizar exames necessários para avaliação médica.

Diretoria Médica

Hospital São Luiz – Unidade Morumbi

Tudo o que sabemos sobre:
Palmeirasmarcosgoleiromarcão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.