Jaime Saldarriga/Reuters
Jaime Saldarriga/Reuters

John Viáfara, ex-seleção colombiana, é preso em Cali por tráfico de drogas

Jogador também é alvo de um pedido de extradição da Justiça dos Estados Unidos pelo mesmo crime

EFE, O Estado de S.Paulo

20 de março de 2019 | 04h02

O ex-jogador de futebol John Viáfara, que defendeu a seleção colombiana e foi campeão da Taça Libertadores da América em 2004 pelo Once Caldas, foi preso nessa terça-feira, 19, na cidade de Cali, acusado de tráfico de drogas. Ele tem um pedido de extradição feito pela Justiça dos Estados Unidos por esse mesmo crime.

A operação, onde outras quatro pessoas também foram presas, foi realizada pela polícia colombiana com o apoio de agentes do Departamento Americano Antidrogas (DEA, sigla em inglês), informou à Agência EFE, uma fonte da Promotoria do país sul-americano.

Viáfara, segundo a acusação, fazia parte de uma rede de narcotraficantes que enviava cocaína para os Estados Unidos, que solicita a extradição por crimes relacionados ao tráfico de drogas. A investigação, iniciada nos EUA, afirma que Viáfara conspirou para enviar cocaína àquele país.

Este caso lembra de outros jogadores que foram presos por crimes de narcotráfico. O mais recente foi Diego León Osorio, que em fevereiro foi condenado a cinco anos de prisão domiciliar após ser considerado culpado de tráfico, fabricação e venda de narcóticos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.