Christian Charisius/Reuters
Christian Charisius/Reuters

Ex-meia da seleção alemã, Hitzlsperger revela ser gay

Ex-jogador de 31 anos se aposentou precocemente em setembro passado, após sofrer uma série de lesões

Agência Estado

08 de janeiro de 2014 | 11h57

BERLIM - Ex-meia da seleção da Alemanha, Thomas Hitzlsperger anunciou que é homossexual. O ex-jogador de 31 anos, que se aposentou precocemente, em setembro passado, após sofrer uma série de lesões, fez a revelação em uma entrevista ao jornal alemão Die Zeit, publicada nesta quarta-feira no site oficial do diário local.

"Estou expressando minha sexualidade porque quero promover a discussão da homossexualidade entre atletas profissionais", disse Hitzlsperger, destacando também que considera este o momento certo para revelar sua opção sexual ao abordar um assunto que ele sente que é "simplesmente ignorado".

O ex-atleta defendeu a seleção alemã em 52 partidas, entre 2004 e 2011, e vestiu as camisas de Aston Villa, Stuttgart, Lazio, West Ham, Wolfsburg e Everton em sua carreira profissional. "Homossexualidade não é um assunto sério na Inglaterra, Alemanha ou Itália, não no vestiário em qualquer caso", garantiu.

Hitzlsperger, que se tornou o primeiro jogador alemão a assumir sua homossexualidade, revelou também que apenas nos últimos anos sentiu que "preferia viver com um homem". Ele assegurou que nunca se sentiu "envergonhado" pela sua opção, mas admitiu que o comportamento dos seus ex-companheiros de time em relação a ele foi difícil de suportar em alguns momentos.

A revelação de Hitzlsperger já foi elogiada nesta quarta-feira pelo atacante Lukas Podolski, seu ex-companheiro da seleção alemã. "Corajosa e certa decisão. Respeito Thomas Hitzlsperger", disse o jogador, destacando que esta foi uma atitude marcante para os tempos atuais.

Já o ex-ministro de Relações Exteriores alemão Guido Westerwelle, que é abertamente gay, e o ex-presidente da Federação Alemã de Futebol Theo Zwanziger elogiaram Hitzlsperger por sua "coragem".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.