Divulgação
Divulgação

Ex-membro da Fifa perde apelação contra banimento do futebol

Vernon Manilal Fernando foi punido por suborno e corrupção

Estadão Conteúdo

30 Março 2015 | 13h01

A Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) anunciou nesta segunda-feira que rejeitou a apelação de um ex-membro do comitê executivo da Fifa contra o banimento do futebol. Vernon Manilal Fernando foi punido com o afastamento do esporte pelo resto da vida por ter sido considerado culpado de suborno e corrupção.

Nascido no Sri Lanka, Fernando foi banido pelo comitê de apelação da Fifa em outubro de 2013, após ser investigado por diversas violações ao código de ética da entidade que controla o futebol mundial. Ele havia sido suspenso inicialmente por oito anos, mas a punição se tornou mais dura após o dirigente protestar contra a pena.

A Fifa nunca especificou os detalhes do caso, mas citou as quebras de regras ligadas a suborno, conflitos de interesse e aceitação de presentes. Ele também teria usado de forma indevida fundos da Confederação Asiática de Futebol e agora está proibido de exercer qualquer atividade relacionada ao futebol a nível nacional e internacional.

Fernando era dirigente de desenvolvimento regional da Fifa quando os membros das federações asiáticas o elegeram em 2011 para integrar o comitê executivo. Ele era aliado de Mohamed bin Hammam, principal adversário político recente de Joseph Blatter, também banido do esporte pela Fifa por corrupção em 2011.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.