Ex-Mogi, Renê Júnior exalta grandeza do Santos

O volante Renê Júnior reencontrará neste sábado o clube que defendeu no Campeonato Paulista de 2012, quando faturou o título do Troféu Campeão do Interior. O Santos vai enfrentar o Mogi Mirim, fora de casa, pelas semifinais do torneio estadual, e, ao comparar os dois clubes, o jogador citou a grandeza do seu atual time para apostar que pode reverter a desvantagem de atuar como visitante.

AE, Agência Estado

30 de abril de 2013 | 12h49

"Creio que todo jogo é difícil. Todos os oito que entraram para o mata-mata têm qualidade, cada um em sua proporção. Mas o Santos é time grande e entra para vencer. E dessa vez, não será diferente", afirmou, garantindo que não se assusta com a obrigação de vencer presente em todos os clubes grandes. "Tem pressão no Santos tem todo dia, pois é um time acostumado com títulos. O Mogi fez uma grande campanha. Mas com bastante humildade, vamos procurar essa vitória fora de casa".

Assim, Renê Júnior prometeu que o Santos pode superar o Mogi Mirim, que tem bom retrospecto como mandante no Campeonato Paulista. "Eles estão embalados dentro de casa. Se não me engano, não perdeu nenhum jogo. Temos totais condições de vencer lá, sabemos de nossa qualidade e vamos para lá para tentar ser vencedor", disse.

Renê Júnior também ressaltou a necessidade do Santos ter atenção com o setor ofensivo do Mogi Mirim, que avançou às semifinais do Campeonato Paulista com uma goleada por 6 a 0 sobre o Botafogo de Ribeirão Preto. "O setor ofensivo do Mogi é muito forte, tem pontas rápidos. Tem bastantes jogadores de qualidade. Temos que estar sempre juntos, não só no meio de campo", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.