Sirli Freitas / Chapecoense
Sirli Freitas / Chapecoense

Ex-presidente da Chapecoense é alvo de busca e apreensão da Polícia Civil

Plínio David de Nes Filho, o Maninho, é investigado por possíveis crimes de furto qualificado e organização criminosa praticados entre 2017 e 2019, enquanto estava no clube; operação é batizada de '4 linhas'

Redação, Estadão Conteúdo

20 de maio de 2022 | 12h00

O jogo com o Vila Nova não foi a única notícia envolvendo a Chapecoense na noite de quinta-feira. O ex-presidente do clube, Plínio David de Nes Filho, o Maninho, foi alvo de busca e apreensão em operação da Polícia Civil, em Chapecó (SC). A operação foi batizada de "4 linhas" e o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) também esteve em São Miguel do Oeste (SC), Itajaí (SC), Campinas (SP) e Valinhos (SP), totalizando nove mandados.

O Gaeco chegou à casa de Maninho, próxima à Arena Condá, ainda pela manhã e, após cerca de duas horas, o ex-dirigente deixou o local em uma viatura. O objetivo da investigação, conforme explicou o Ministério Público de Santa Catarina, é "apurar a ocorrência de possíveis crimes de furto qualificado, apropriação indébita, falsidade ideológica e organização criminosa praticados" entre 2017 e 2019.

A Chapecoense emitiu nota oficial e afirmou que "está acompanhando de perto todos os desdobramentos acerca da Operação 4 linhas (...), reforça a sua confiança e o seu apoio à justiça e se compromete a oferecer todo o suporte e apoio às investigações". O clube também prometeu divulgar as providências a serem tomadas assim que as investigações forem concluídas.

Maninho assumiu a Chapecoense em novembro de 2016, após o trágico acidente que vitimou o presidente Sandro Pallaoro. Ficou até agosto de 2019, quando pediu afastamento. Meses depois, se retirou definitivamente ao renunciar ao cargo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.