Ex-são-paulinos no Atlético-MG é arma para André Dias

O São Paulo enfrenta o Atlético Mineiro, nesta quinta-feira, no Mineirão, e terá entre os rivais cinco jogadores bastante conhecidos. Alex Bruno, Diego Tardelli, Eder Luis, Júnior e Renan passaram pelo clube paulista, o que pode trazer um benefício extra para a equipe do Morumbi, ao menos na opinião do zagueiro André Dias.

AE, Agencia Estado

15 de julho de 2009 | 17h19

"Ter esses jogadores no rival tem o lado bom, que é o de já conhecê-los e saber como jogam", afirmou o zagueiro, ressaltando a boa qualidade técnica do quinteto. "Eles saíram daqui por uma questão ou outra, não por qualidade. O Júnior ganhou tudo como jogador, ele é fora de série. Temos que neutralizá-lo. Também não podemos dar espaços nem pro Eder nem para o Tardelli, que têm muita qualidade".

Embora viva um mau momento no campeonato, o zagueiro acredita que o São Paulo pode surpreender o Atlético Mineiro em Belo Horizonte. "A gente tem condições de vencer pela qualidade que tem e pelo que mostrou no último jogo, quando com um jogador a menos conseguimos empatar. A gente tem que respeitar o Atlético lá, mas ciente de que podemos vencê-los", completou.

O zagueiro também comentou sobre a dificuldade em enfrentar uma equipe embalada, que atualmente lidera o Campeonato Brasileiro e tem a maior média de público do torneio. "Jogar em Belo Horizonte é muito difícil, ainda mais agora, com a campanha que o Atlético está fazendo. O torcedor vai ao estádio e se empolga".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.