Ex-São Paulo, Hudson festeja boa atuação após marcar gol pelo Cruzeiro no Morumbi

Volante ganhou espaço na equipe com a lesão de Henrique

Estadao Conteúdo

14 de abril de 2017 | 11h46

O volante Hudson entrou na vaga de Henrique - machucado - e foi destaque do Cruzeiro na vitória sobre o São Paulo, nesta quinta-feira, na primeira partida entre os clubes pela quarta fase da Copa do Brasil, vencida pelos mineiros por 2 a 0, no Morumbi. O jogador, que atuou pela primeira vez contra o ex-clube (com o qual ainda tem contrato), marcou de cabeça o segundo gol do triunfo cruzeirense e festejou o fato de ter aproveitado bem a chance que teve de atuar.

"Acredito que seja trabalho. Tenho trabalhado firme. Infelizmente o Henrique machucou, mas já está voltando. Substituí ele e pude fazer meu trabalho. Estou à disposição do Mano sempre", destacou o volante, que, em sinal de respeito pelo clube com o qual tem vínculo, preferiu não comemorar o seu gol dentro de campo logo após marcá-lo na etapa final do confronto.

O meia Thiago Neves, outro personagem importante para o sucesso do Cruzeiro na partida contra o time paulista por bater as duas faltas que resultaram nos gols da equipe, elogiou bastante atuação de Hudson.

"Depois que ele entrou, com a lesão do Henrique, ele vem jogando bem, vem fazendo uma função importante. A gente sente a falta do Henrique também. Mas isso prova a qualidade do nosso grupo. Saiu um jogador de alto nível, nosso capitão, para entrar outro jogador também muito bom. Então, parabéns para ele pelo gol", disse o meio-campista.

O resultado diante do São Paulo manteve o Cruzeiro invicto na temporada. Até agora, foram 17 vitórias e três empates nos 20 jogos disputados pela equipe celeste em 2017. No próximo domingo, a equipe cruzeirense volta a campo para enfrentar o América, às 16 horas, no Independência, no primeiro jogo das semifinais do Campeonato Mineiro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilCruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.