Ex-técnico da Iugoslávia é o mais cotado para suceder Zico

O bósnio Ivica Osim, de 65 anos, é o nome mais forte para substituir o brasileiro Zico no comando técnico da seleção do Japão, eliminada logo na primeira fase da Copa do Mundo da Alemanha. O anúncio foi feito por Saburo Kawabuchi, presidente da Federação Japonesa de Futebol, logo após o desembarque da delegação no Aeroporto Internacional de Narita, em Tóquio, neste sábado."Estamos negociando com Osim desde antes do início do Mundial na Alemanha. Acredito que há entre 70% e 80% de chances dele assumir o comando da seleção daqui pra frente", afirmou o dirigente, que quer um treinador que realize um trabalho de quatro anos, como foi feito com Zico desde 2002. A meta de Kawabuchi é fazer uma boa campanha na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul.Ivica Osim conhece bem o futebol japonês, já que trabalha há quatro anos no JEF United Chiba, clube da Primeira Divisão da J-League. Na antiga Iugoslávia, o técnico comandou a seleção nas Copas de 1986 e 1990, quando conseguiu chegar às quartas-de-final. "Pensamos em tomar uma decisão definitiva em, no máximo, duas semanas", disse o presidente da federação.Outros nomes comentados pela imprensa japonesa para substituir Zico são os de três franceses: Didier Deschamps, Aimé Jacquet e Bruno Metsu. O próximo compromisso oficial da seleção será no dia 16 de agosto contra o Yemen, em casa, pelas Eliminatórias para a Copa da Ásia/2007.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.