Ex-técnico da surpreendente Islândia, Lagerback assume o comando da Noruega

Treinador assina vínculo para dirigir seleção nacional até 202

O Estado de S.Paulo

01 de fevereiro de 2017 | 11h47

O treinador que liderou a surpreendente seleção da Islândia até as quartas de final da Eurocopa de 2016 foi contratado para comandar a Noruega. A Federação Norueguesa de Futebol anunciou nesta quarta-feira que Lars Lagerback assinou um contrato para dirigir a seleção nacional até 2020, quando será disputada a próxima edição do torneio continental.

Lagerback foi contratado para substituir Per-Mathias Hogmo, que acabou sendo demitido em novembro depois de derrota da seleção norueguesa para a República Checa. E agora ele terá o desafio de dirigir uma equipe que não se classifica para um grande torneio desde a Eurocopa de 2000.

O novo técnico da Noruega estava sem trabalhar desde o fim da Eurocopa, torneio em que foi um dos dois treinadores da seleção islandesa - o outro era Heimir Hallgrimsson -, que surpreendeu ao bater a Inglaterra nas oitavas de final, sendo posteriormente eliminada pela anfitriã França nas quartas.

O treinador, de 68 anos, possui larga experiência em seleções, tanto que comandou a sua nativa Suécia entre 2000 e 2009. Além disso, teve rápida passagem pela Nigéria, sendo o seu comandante na Copa do Mundo de 2010.

A Noruega está classificada em 84º lugar no ranking da Fifa. A equipe aparece apenas em quinto lugar no Grupo C das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018, que conta com seis seleções e é liderado pela Alemanha. O seu próximo compromisso pelo torneio classificatório será em 26 de março, fora de casa, diante da Irlanda do Norte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.