Ex-técnico da surpreendente Islândia, Lagerback assume o comando da Noruega

Treinador assina vínculo para dirigir seleção nacional até 202

O Estado de S.Paulo

01 Fevereiro 2017 | 11h47

O treinador que liderou a surpreendente seleção da Islândia até as quartas de final da Eurocopa de 2016 foi contratado para comandar a Noruega. A Federação Norueguesa de Futebol anunciou nesta quarta-feira que Lars Lagerback assinou um contrato para dirigir a seleção nacional até 2020, quando será disputada a próxima edição do torneio continental.

Lagerback foi contratado para substituir Per-Mathias Hogmo, que acabou sendo demitido em novembro depois de derrota da seleção norueguesa para a República Checa. E agora ele terá o desafio de dirigir uma equipe que não se classifica para um grande torneio desde a Eurocopa de 2000.

O novo técnico da Noruega estava sem trabalhar desde o fim da Eurocopa, torneio em que foi um dos dois treinadores da seleção islandesa - o outro era Heimir Hallgrimsson -, que surpreendeu ao bater a Inglaterra nas oitavas de final, sendo posteriormente eliminada pela anfitriã França nas quartas.

O treinador, de 68 anos, possui larga experiência em seleções, tanto que comandou a sua nativa Suécia entre 2000 e 2009. Além disso, teve rápida passagem pela Nigéria, sendo o seu comandante na Copa do Mundo de 2010.

A Noruega está classificada em 84º lugar no ranking da Fifa. A equipe aparece apenas em quinto lugar no Grupo C das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018, que conta com seis seleções e é liderado pela Alemanha. O seu próximo compromisso pelo torneio classificatório será em 26 de março, fora de casa, diante da Irlanda do Norte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.