Ex-zagueiro Bordon vira técnico e vai comandar Rio Branco na A2 do Paulista

Campeão da Copa América de 2004 com a seleção brasileira, o ex-zagueiro Bordon vai se aventurar na carreira de técnico. Aos 39 anos, ele foi anunciado como novo treinador do Rio Branco e vai comandar a equipe de Americana na disputa da concorrida Série A2 do Campeonato Paulista no ano que vem.

Estadão Conteúdo

17 de dezembro de 2015 | 15h05

Bordon era o capitão do ''Expressinho'' do São Paulo que ganhou a Copa Conmebol de 1994, projetando Rogério Ceni, Denilson e Caio, entre outros, sob o comando de Muricy Ramalho. Entre 1999 e 2010, jogou na Alemanha, defendendo Stuttgart e Schalke 04. Em seu jogo festivo de despedida de Gelsenkirchen, lotou o estádio do Schalke.

Como zagueiro, ele ainda jogou no Catar antes de pendurar as chuteiras em 2011. Agora, volta ao futebol como treinador num clube que tenta se reerguer. O Rio Branco, que revelou Flávio Conceição, Mineiro, Marcelinho Paraíba, Marcos Senna e Thiago Ribeiro, entre outros, chegou a cair para a A3 em 2012. Desde 2010 o clube não disputa a elite paulista.

"(A contratação de Bordon) representa o reinício de um trabalho. Não vou nem chamar de início, pois vamos tentar resgatar a história do nosso clube. Enfrentamos um momento difícil, mas com a chegada de Bordon vamos dar um pontapé inicial. Precisamos contar com a ajuda de todos, pois vamos fazer um trabalho honesto e transparente", promete Vanderlei Favarelli, vice-diretor de futebol do Rio Branco.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie A2PaulistãoBordon

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.