JB Neto/AE
JB Neto/AE

Exaltado no Internacional, Leandro Damião divide méritos por atuação

Jogador marcou três no Pacaembu e assumiu a vice-artilharia do Brasileirão, com 13 gols

AE, Agência Estado

12 de setembro de 2011 | 10h18

SÃO PAULO - Com uma atuação de gala na vitória sobre o Palmeiras, Leandro Damião fez os três gols nos 3 a 0 do Internacional sobre o rival, na tarde do último domingo, no Pacaembu, e voltou a comprovar a grande fase que vive. O atacante assumiu a vice-artilharia do Campeonato Brasileiro, com 13 bolas na rede, mas preferiu adotar um discurso humilde ao comentar o seu feito.

"O mais importante é a vitória. Todos jogaram muito bem e eu aproveitei as oportunidades", afirmou o goleador, que depois de atuar pelo Inter viajou para Córdoba (ARG), onde defenderá a seleção brasileira na próxima quarta-feira, contra a Argentina, em amistoso válido pelo denominado Superclássico das Américas.

A vitória por 3 a 0 sobre o Palmeiras deixou o Internacional na sétima posição do Campeonato Brasileiro e fez o time seguir sonhando com a conquista do título nacional. "Valeu por todo o esforço do time. Grande vitória", acrescentou Damião.

E o artilheiro foi exaltado pela sua grande atuação no Pacaembu. "Ele é fora de série. Joga demais", disse o lateral Nei, no último domingo, ao reverenciar o seu companheiro.

Já Fernandão, diretor-técnico do Inter e ex-camisa 9 do clube, comparou Damião a um dos mais prestigiados artilheiros do futebol internacional ao comentar o momento vivido pelo goleador brasileiro. "Não tenho nenhum receio de afirmar que ele é um dos maiores atacantes do mundo agora. Acompanhei o Drogba no começo da carreira dele na França e o Damião me lembra muito ele", disse o dirigente, ao lembrar do jogador marfinense que defende o Chelsea, da Inglaterra.

Com a grande atuação diante do Palmeiras, Damião repetiu um feito que um jogador do Inter obteve pelo clube há 14 anos. Desde 1997 um atleta colorado não fazia três gols em um jogo no Pacaembu. Até antes do confronto deste domingo, o ex-atacante Christian havia sido o autor da façanha pela última vez.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.