Exame aponta bloqueio no coração de William

O laudo oficial dos exames cardiológicos realizados pelo meia William, do Palmeiras, está pronto. E aponta um bloqueio no ramo esquerdo do coração. Esse bloqueio não é capaz de interferir na rotina de pessoas que não praticam esportes de alto nível. Mas pode abreviar e até provocar o encerramento da carreira de jogadores, cujo desgaste físico é freqüente. Nos próximos dias, os exames serão submetidos à análise de uma junta especializada em problemas cardíacos. Por isso, os médicos palmeirenses preferem aguardar mais alguns dias para falar sobre o assunto. William segue em casa. E pelo seu comportamento, dá mostras de que não está disposto a deixar o futebol prematuramente. Teria até assumido os riscos da assinatura de um novo contrato com o clube. Só não voltou a treinar porque foi proibido pelos médicos. O jogador era a menina dos olhos do presidente Mustafá Contursi. Principalmente depois de ter se destacado na última edição da Copa São Paulo de Juniores, quando marcou sete gols e ajudou a equipe a chegar à semifinal. Dias após a competição, foi chamado por Jair Picerni para integrar a equipe profissional junto com o atacante Rafael Marques, o meia Júlio Cesar e o zagueiro Thiago Gomes. Mas não teve tempo de participar de nenhuma partida. O fato de se cansar rapidamente durante os treinamentos chamou a atenção da comissão técnica, que o afastou temporariamente e solicitou ao departamento médico a realização dos exames.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.