Alex Silva|Estadão
Alex Silva|Estadão

Exame aponta lesão e Gabriel desfalca equipe do Palmeiras

Quatro meses é a previsão da diretoria após constatar o problema

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

17 de maio de 2016 | 12h51

Outra vez uma grave lesão atrapalha a sequência do volante Gabriel com a camisa do Palmeiras. Depois de ficar boa parte do ano passado afastado por problema físico, o jogador foi diagnosticado nesta terça-feira com uma contusão no músculo adutor da coxa esquerda e ficará longe dos gramados por um período de três a quatro meses. 

Gabriel sofreu a lesão na última segunda-feira quando atuava no jogo-treino vencido pelo Palmeiras diante do Juventus, por 1 a 0. Durante a atividade, o volante sentiu dores na coxa e precisou sair antes do apito final. Somente nesta terça, no entanto, foram realizados os exames que confirmaram a gravidade do problema.

Trata-se de mais um baque na carreira do jogador de 23 anos. Ele havia voltado a atuar somente em março, depois de ficar sete meses afastado dos gramados por conta de uma gravíssima lesão no joelho esquerdo. De lá para cá, foram apenas oito partidas até a nova contusão.

Gabriel foi titular em algumas partidas da reta final do Campeonato Brasileiro e da Libertadores deste ano, mas havia iniciado o Brasileirão no banco diante do Atlético-PR, na goleada por 4 a 0 do último sábado. Sem ele, o técnico Cuca perde uma boa opção entre os reservas e deve manter Jean e Matheus Sales como volantes contra a Ponte Preta, neste sábado, em Campinas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.