Exame aponta uso de cocaína e Granada afasta atacante

Dani Benítez terá seu contrato de empréstimo rescindido e será devolvido à Udinese

Agência Estado

28 de março de 2014 | 10h32

GRANADA - O atacante Dani Benítez, do Granada, testou positivo para o uso de cocaína após um jogo do Campeonato Espanhol e foi afastado. Nesta sexta-feira, um porta-voz do clube confirmou que o jogador foi flagrado em exame realizado após a partida diante do Betis, no mês passado, e revelou que ele deverá ser dispensado pelo time espanhol, no qual atua emprestado.

O diretor do Granada, Pedro González Segura, no entanto, garantiu que o clube ainda não recebeu nenhuma notificação oficial. O dirigente disse que falou com Benítez, confirmou que o jogador está afastado dos treinamentos, mas apontou que a equipe só se pronunciará com mais detalhes sobre o futuro do atacante quando for informada oficialmente do resultado do exame.

"A entidade (Granada) falou com o jogador. Não vai treinar, a princípio. Não cabe outra medida. Iniciamos um inquérito disciplinar que será revelado após a notificação oficial. Diante de algo de tamanha gravidade, o clube atuará com dureza, mas estaremos à disposição de Dani Benítez", comentou. "Se for confirmada uma situação muito grave, a relação de trabalho do clube com Benítez ficará afetada."

De acordo com o porta-voz do Granada, o atacante terá seu contrato de empréstimo rescindido e será devolvido à Udinese, detentora de seus direitos. No entanto, de acordo com o mesmo representante, a equipe italiana também já se mostrou decidida a romper qualquer vínculo com Benítez.

Revelado pelo Mallorca, o jogador está em sua quinta temporada com a camisa do Granada, que prometeu ficar a seu lado fora dos campos. "O clube apoiará o jogador em tudo que precisar no plano pessoal. No profissional, atuará com máxima firmeza. Ficaremos à disposição na parte humana de Dani Benítez. Ajudaremos no que pudermos", disse Pedro González Segura.

Tudo o que sabemos sobre:
FutinterfutebolGranadadopingcocaína

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.