Ivan Alvarado/Reuters
Ivan Alvarado/Reuters

Exames descartam lesão, mas Valdivia preocupa o Chile para a Copa

Poupado de treino, meia tem contratura muscular e pode ficar de fora do Mundial

Agência Estado

29 de maio de 2014 | 17h58

SANTIAGO - Valdivia, que está concentrado com a seleção chilena, teve uma contratura muscular e não treinou na tarde da última quarta-feira em Santiago. Os exames feitos nesta quinta não apontaram lesão, mas o meia do Palmeiras ainda se queixava de dores e virou motivo de preocupação no Chile para a Copa 2014.

O ídolo da equipe paulista é o sexto jogador a apresentar problemas físicos na preparação chilena. Parte da imprensa do país chegou a questionar se os treinos realizados atualmente pela seleção seriam os adequados. Entretanto, Valdivia tem sofrido constantemente com lesões desde que voltou ao Palmeiras em 2010.

Abaixo das expectativas da torcida, o meia jogou apenas 22 partidas em 2011, subindo para 27 em 2012, e descendo a apenas 19 em 2013. Os constantes problemas musculares levaram o clube a dar tratamento especial ao jogador com fortalecimento muscular e poupando Valdivia quando o calendário apertou e a sequência de jogos foi mais intensa.

O técnico Jorge Sampaoli disse, em entrevista coletiva, que o meia vinha bem até sentir as dores. A entrega da lista final com os 23 convocados acontece na próxima segunda-feira, mas o jogador tem até o dia 13 de junho, data da estreia do Chile, para se recuperar, caso esteja entre os escolhidos do treinador.

Os chilenos farão seu primeiro jogo na Copa contra a Austrália na Arena Pantanal, em Cuiabá. Depois enfrentam a atual campeã do mundo, Espanha, no dia 18 de junho no Maracanã. O jogo final do país na primeira fase acontece no dia 23, diante da Holanda, no Itaquerão, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.