Bruno Cantini/Atlético-MG
Bruno Cantini/Atlético-MG

Exames não detectam lesão, mas Ricardo Oliveira ainda é dúvida no Atlético-MG

Atacante se machucou ainda no primeiro tempo da partida contra o Unión La Calera

Redação, Estadão Conteúdo

30 de maio de 2019 | 13h46

A torcida do Atlético Mineiro ganhou uma boa notícia nesta quinta-feira. Exame realizado na quarta-feira não apontou lesão no ombro direito do atacante Ricardo Oliveira. O jogador, contudo, ainda é dúvida na equipe para o duelo contra o CSA, domingo, no Independência, pela sétima rodada do Brasileirão.

Com esta boa notícia, Ricardo Oliveira participou somente do trabalho físico na manhã desta quinta, assim como os demais titulares. Somente os reservas foram a campo. O experiente atacante fez tratamento para amenizar as dores no ombro, que ainda preocupa. Se não tiver condições de jogo, ele deve ser substituído por Alerrandro.

Ricardo Oliveira se machucou ainda no primeiro tempo da partida contra o Unión La Calera, do Chile, na terça-feira, pelo jogo da volta da segunda fase da Copa Sul-Americana. Ele acabou deixando o gramado no intervalo da partida. O Atlético venceu o jogo por 1 a 0 e, nas penalidades, levou a melhor por 3 a 0, garantindo a classificação.

Outro alvo de preocupação, o zagueiro e capitão Réver treinou novamente com uma máscara protetora no rosto. O recurso se deve a uma fratura no nariz, sofrida na partida contra o Flamengo, pelo Brasileirão, no dia 18. O defensor fez apenas trabalho físico nesta quinta e ainda não sabe se será escalado para o jogo do fim de semana.

O técnico Rodrigo Santana pode optar por uma postura mais cautelosa, deixando o capitão de fora da partida, com o objetivo de evitar maiores riscos ao jogador.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.