Rubens Chiri|Divulgação
Rubens Chiri|Divulgação

Wellington Nem deverá desfalcar o São Paulo de três a quatro semanas

Técnico Rogério Ceni vai ter de mexer no ataque do time tricolor

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

06 Fevereiro 2017 | 19h14

O técnico Rogério Ceni tem um grande problema para as próximas partidas do São Paulo. O atacante Wellington Nem foi submetido a exames e neles foi detectado um estiramento no músculo adutor da coxa esquerda. A estimativa é que ele fique longe dos gramados de três a quatro semanas pelo menos.

Para o atacante Chávez, é muito triste perder um companheiro logo no início da temporada. "É lamentável ele ficar fora, é um jogador que tem grande potencial para a equipe, mas se machucou logo no primeiro jogo. São coisas que acontecem, tomara que possa se recuperar rápido", afirmou o argentino.

Agora o técnico Rogério Ceni vai ter de mexer no ataque do time, pois Nem é titular e não poderá enfrentar o Moto Club na próxima quinta-feira, no Maranhão, em jogo decisivo pela Copa do Brasil e válido pela primeira fase. Uma possibilidade é colocar Neilton no time, no lugar de Nem, completando o ataque com Chávez e Luiz Araújo.

Outra alternativa é utilizar o centroavante Gilberto no time, deslocando Chávez para atuar pelos lados do campo. "Eu já fiz essa função e posso jogar pelo centro também. Ajudo onde precisar", explicou Chávez.

Uma terceira opção é colocar Cícero em campo, como ele fez contra o Audax, no último domingo, deslocando Cueva para atuar pelos lados. "O Rogério vai encontrar um substituto para montar a equipe neste jogo decisivo", comentou Chávez.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.