Alex Silva| Estadão
Alex Silva| Estadão

Excesso de estrangeiros pode prejudicar Centurión no São Paulo

Atacante deve perder espaço com a chegada de Chávez e Buffarini

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

21 de julho de 2016 | 07h03

O São Paulo acertou na noite de terça-feira duas contratações: o atacante Andrés Chávez, do Boca Juniors, e o lateral Buffarini, do San Lorenzo. Agora, o técnico Edgardo Bauza terá uma dor de cabeça a mais para resolver. 

O regulamento da CBF determina que um clube pode ter até cinco estrangeiros relacionados para um jogo. No total, o São Paulo ficará com seis jogadores do exterior. Além dos dois, o clube conta com Lugano, Mena, Cueva e Centurión. 

 

Para o jogo contra o Grêmio, domingo, por exemplo, Bauza terá quatro estrangeiros que já estavam no clube, sendo que Centurión deve ficar no banco de reservas.  

A tendência é que Centurión acabe perdendo espaço. Recentemente, ele chegou a ser cotado para voltar ao futebol argentino, mas a ideia da diretoria é segurá-lo. 

O clube dá as duas contratações como certas, tanto que já divulgou o acerto em seu site, mas pode ter de esperar mais alguns dias para ter a certeza sobre Buffarini.

O lateral-direito e volante foi inscrito na Fifa nos minutos finais da janela de transferência, que fechou na terça-feira, mas, no momento de enviar os dados, o sistema da entidade caiu e o clube terá de comprovar que fez a inscrição dentro do prazo.

 

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.