Exclusão do Grêmio da Copa do Brasil ganha destaque no mundo

Jornais de diversos países noticiaram a punição dada pelo STJD ao clube gaúcho por insultos racistas de torcedores ao goleiro Aranha

O Estado de S. Paulo

04 Setembro 2014 | 09h35

A decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em excluir o Grêmio da Copa do Brasil, após insultos racistas feitos por sua torcida ao goleiro santista Aranha, ganhou destaque na imprensa internacional. A punição, que também renderá pagamento de multa à instituição e a suspensão por 720 dias dos estádios dos gremistas identificados chamaram a atenção de diversos veículos na Europa.

Destacando foto do goleiro Aranha, o Marca fez um grande relato sobre o caso de racismo. Bastante detalhado, inclusive com falas do advogado do Grêmio, Michel Assaf Junior, que disse que o time "não pode ser castigado", o periódico da cidade de Madri definiu a punição ao clube gaúcho como "dura".

Principal jornal esportivo da Alemanha, o Kicker foi outro a falar da saída do Grêmio da Copa do Brasil. Os jornalistas alemães citaram os gritos de "macaco", proferidos pela torcida gaúcha e também destacou Zé Roberto, que atua na equipe brasileira e teve grandes passagens por Bayer Leverkusen, Hamburgo e Bayern de Munique.

Os jornais portugueses como O Jogo e o A Bola também noticiaram a punição e destacaram o fato de Luiz Felipe Scolari ser o atual treinador do clube gaúcho. O treinador ficou conhecido no país lusitano por ter comandado a seleção local entre 2003 e 2008.

Tradicional periódico inglês, o The Guardian soltou nota sobre a punição dada pelo STJD e destacou a multa que o clube terá de pagar. Além deles, jornais conhecidos na Europa como o francês L'Equipe e o italiano Corriere Dello Sport também relataram o resultado prejudicial ao Grêmio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.