Divulgação
Divulgação

Exigências travam vinda de holandês para time da Série A2

Depois de fechar a contratação, União Barbarense considera difícil a chegada do goleiro Andre Krul, que estava no futebol de Porto Rico

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

06 de janeiro de 2015 | 11h50

A principal contratação internacional do futebol paulista para 2015 deve acabar frustrada. O União Barbarense praticamente desistiu de trazer o goleiro holandês André Krul. As exigências do jogador fazem o clube do interior praticamente abandonar a ideia de trazê-lo como reforço.

Krul foi anunciado em dezembro pelo time para a disputa da Série A2 do Campeonato Paulista. A obtenção do visto de trabalho atrasou a apresentação do holandês e em vez de chegar à cidade na última segunda-feira, o prazo foi adiado para a próxima semana. Mas como o goleiro quis trazer mais um ex-companheiro de time para o União Barbarense, a diretoria já está desanimada com o desfecho da contratação. O holandês de 27 anos defendeu como último clube o Puerto Rico Bayamón, de Porto Rico.

Como a negociação esfriou, a diretoria e a torcida já mostram desânimo. A chegada do jogador era aguardada com expectativa e o próprio Krul já havia começado a fazer aulas particular de português para se ambientar ao cotidiano. Na Série A2 o União Barbarense estreia no dia 31, em casa, contra o Oeste.



André Krul tem carreira mais discreta do que a do irmão. Depois de começar no Utrecht, André Krul rodou por times menores da Holanda, até passar pelo futebol de Malta e por clubes colombianos. Em 2014, finalizou a temporada em Porto Rico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.