Divulgação/Atlético-PB
Divulgação/Atlético-PB

Explosão de botijão de gás causa pânico na sede do Atlético-PB

Apesar do susto, ninguém ficou ferido com o incêndio no refeitório do time

Redação, Estadão Conteúdo

28 de setembro de 2020 | 15h14

A explosão de um botijão de gás causou um incêndio, nesta segunda-feira, na cozinha e no refeitório da sede do Atlético-PB, time de futebol em Cajazeiras, na Paraíba. O incidente, registrado por volta das 12h, fez com que alguns atletas pulassem pela janela do primeiro andar para fugir do fogo.

Enquanto alguns atletas descansavam, outros almoçavam, após a sessão de treinos da parte da manhã. Segundo a assessoria de imprensa do clube, cerca de 20 pessoas (jogadores, funcionários e dirigentes) estavam no local. Ninguém ficou ferido e o treino da parte da tarde foi mantido.

"Eu estava deitado. Tinha acabado de chegar do treino, da academia. Ouvi a gritaria e achei que eram os meninos brincando no corredor. Quando eu vi, era um desespero. Todo mundo gritando que estava pegando fogo. Saímos correndo e quebramos a janela. Pulei lá de cima", disse o volante Peu.

O incêndio foi rapidamente controlado por uma equipe do Corpo de Bombeiros e os jogadores foram transferidos para um hotel na cidade. O time joga na quinta-feira pela terceira rodada da Série D do Campeonato Brasileiro, diante do Floresta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.