Bruno Cantini/Atlético-MG
Bruno Cantini/Atlético-MG

Expulsão de Vinícius e retornos devem mudar cara do Atlético para jogo com Santos

Vagner Mancini vai precisar montar um verdadeiro quebra-cabeças para escalar o time no domingo

Redação, Estadão Conteúdo

17 de outubro de 2019 | 19h27

O técnico Vagner Mancini precisará montar um quebra-cabeças para definir a escalação do Atlético Mineiro visando o duelo com o Santos, domingo, no Independência, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Afinal, perdeu um jogador para o confronto - Vinícius -, mas ganhou outras três opções para escalar o time.

Vinícius foi expulso durante o segundo tempo do empate por 2 a 2 com o CSA, quarta-feira, em Maceió, tendo recebido o cartão vermelho após acertar o rosto de Dawhan. Nesta quinta, o meia pediu desculpas pela expulsão, embora também tenha se defendido.

"Errei muito no lance com Dawhan. Quem joga futebol sabe que fui induzido ao erro. Ele me puxou diversas vezes e revidei, de forma desnecessária, mas acontece", escreveu Vinícius em trecho de texto publicado em seu perfil no Instagram.

Para compensar a perda de Vinícius, o Atlético-MG terá quatro reforços para o duelo com o Santos. Afinal, Otero está de volta ao time após defender a seleção venezuelana, assim como Geuvânio, Nathan e Cazares, que estavam suspensos no confronto de quarta.

Cazares é o principal candidato a ficar com a vaga de Vinícius no meio-campo atleticano. Já Otero deve disputar uma vaga no setor ofensivo com Marquinhos, titular diante do CSA. O retorno de Nathan pode levar Mancini a deixar de lado a improvisação de Réver como volante. Já Geuvânio deverá ficar como opção no banco de reservas.

A formação do Atlético-MG para o confronto com o Santos deverá ficar mais clara nesta sexta-feira, quando o time treinará a partir das 15h30 na Cidade do Galo. O time mineiro não vence há cinco rodadas e ocupa o 12º lugar no Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.