Mauricio de Souza/Estadão
Mauricio de Souza/Estadão

Expulso após o apito final, Gabriel perderá dois jogos no mínimo

Atacante levou o terceiro cartão amarelo na derrota para o Grêmio

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

15 de outubro de 2015 | 23h14

O atacante Gabriel foi expulso por reclamação após o apito final do árbitro Marielson Freitas na derrota para o Grêmio, por 1 a 0, na noite desta quinta-feira, na Arena Grêmio. Depois de ter levado um cartão amarelo (o terceiro) durante a partida, ele estará fora da equipe do Santos por, no mínimo, dois jogos. No próximo domingo, ele estará suspenso contra o Goiás e, em seguida, vai desfalcar o time contra o Figueirense. Além disso, ele ainda será julgado pela expulsão. No final da partida, ele afirmou que não viu o cartão vermelho. “Fui expulso? Não vi”, declarou ao canal SporTV.

O meia Renato afirmou que o cartão foi motivado por reclamação. “O juiz falou que ele (Gabriel) disse um palavrão. Nós tentamos tirar ele antes, mas não deu. Temos de tomar isso como lição para não perdermos jogadores assim”, disse o capitão da equipe.

O jogador negou que tivesse desrespeitado o árbitro. "Dentro de campo, é difícil falar educadamente como minha mãe me ensinou e meu pai também. Fui falar algumas coisas sobre faltas. O cartão para o Vanderlei foi injusto; o Lucas Lima sofreu muitas faltas, eu também, mas não quis desrespeitar o juiz", disse o jogador. 

As reclamações no final do jogo foram as consequências de uma atuação ruim. Atuando em uma nova função – ele foi centroavante por causa da ausência de Ricardo Oliveira - , Gabriel foi pouco participativo e fez poucas jogadas de perigo. Na metade do primeiro tempo, acertou um chute rasteiro, que exigou boa defesa de Bruno Grassi. No final do jogo, errou uma finalização, que poderia resultar no empate santista.  

Parte das dificuldades de Gabriel pode ser atribuída ao cansaço. Ele atuou em dois amistosos da seleção olímpica (sexta-feira e segunda-feira) no Amazonas, teve boas atuações (foram três gols) e também se colocou à disposição para atuar nesta quinta-feira. O desempenho, no entanto, não foi bom. 

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolBrasileirãoSantos FCGabriel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.