Andrew Yates / Reuters
Andrew Yates / Reuters

Expulso em queda do City, Guardiola será julgado por 'conduta imprópria'

Além de reclamar com o árbitro, técnico foi visto passando instruções ao auxiliar, o que também é proibido

Estadão Conteúdo

11 de abril de 2018 | 12h14

A Uefa comunicou nesta quarta-feira que o técnico Pep Guardiola foi indiciado por "conduta imprópria" e será julgado pelo comitê disciplinar da entidade após ser expulso durante a derrota do Manchester City por 2 a 1 para o Liverpool, na última terça-feira, resultado que provocou a eliminação do seu time nas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa.

+ Meia português pede uso do VAR após erro que prejudicou City na Liga dos Campeões

+ Real Madrid tenta confirmar oitava semifinal de Liga Campeões seguida

+ Bayern de Munique recebe Sevilla com vantagem por vitória na ida

Guardiola reclamou duramente do árbitro espanhol Antonio Mateu por ter anulado um gol marcado por Leroy Sané nos minutos finais do primeiro tempo, após considerar que o atacante alemão estava impedido no lance, o que acabou não acontecendo, pois o jogador marcou após receber uma bola que foi rebatida para trás por Milner, do Liverpool, depois do goleiro Karius socar a bola para tentar afastar o perigo.

O gol deixaria o Manchester City em vantagem de 2 a 0 na partida, sendo que o time havia perdido o primeiro duelo pelas quartas de final por 3 a 0, o que facilitaria a sua tarefa na busca pela classificação. Na etapa final, já sem Guardiola no banco, o time acabou sofrendo a virada, perdendo por 2 a 1 para o Liverpool, que assim se garantiu nas semifinais da Liga dos Campeões.

Após a expulsão, Guardiola acompanhou o duelo das arquibancadas do Etihad Stadium. E o treinador foi visto passando orientações para o seu auxiliar, o que é considerado ilegal. O seu julgamento pela conduta disciplinar na despedida do Manchester City do torneio continental foi agendado para 31 de maio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.