Expulso, Michael terá 'conversa séria' no Fluminense

Após a derrota por 2 a 0 sofrida para o Atlético Mineiro na última quarta-feira, os jogadores do Fluminense que iniciaram a partida tiveram folga nesta quinta-feira. O jovem atacante Michael, expulso em menos de dois minutos depois que tinha entrado em campo, foi o único dos atletas que jogaram a participar dos treinamentos. Kennedy, que também entrou no decorrer do confronto, teve de resolver problemas pessoais e foi poupado das atividades.

AE, Agência Estado

29 de maio de 2014 | 20h29

Michael foi expulso após dar um pontapé no lateral atleticano Alex em uma jogada isolada. Apesar do ato de indisciplina, o treinador Cristóvão Borges disse acreditar no potencial do jovem e que a expulsão servirá de aprendizado. Mas, antes disso, o jogador vai passar por uma séria conversa com o departamento técnico do clube.

O atleta é tido como um dos jovens jogadores mais promissores do elenco tricolor e, em sua primeira partida pelo Campeonato Brasileiro deste ano, acabou desperdiçando a chance de mostrar seu futebol em uma equipe na qual a concorrência para atuar no ataque é dura, já que tem grandes atacantes como Fred, Sóbis e Walter.

O próximo jogo do Fluminense será contra o Internacional, em Macaé (RJ), neste domingo. Apesar da última derrota, o time tricolor se manteve na segunda colocação, com 15 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseMichael

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.