FA rejeita recursos de expulsos na final da Copa da Liga

A Federação Inglesa de Futebol (FA) não aceitou os recursos apresentados nesta terça-feira pelo atacante togolês Emmanuel Adebayor, do Arsenal, e pelo meia nigeriano Mikel John Obi, do Chelsea, expulsos durante a final da Copa da Liga Inglesa por trocarem empurrões. Além deles, o árbitro também expulsou o zagueiro marfinense Kolo Touré, do Arsenal. A partida, disputada no Millenium Stadium de Cardiff, no País de Gales, acabou com vitória do Chelsea por 2 a 1. A FA também apresentou outra acusação a Adebayor por ter reagido de forma agressiva e não deixar o campo logo após levar o cartão. Arsenal e Chelsea, punidos pela FA, terão até 14 de março para responder às acusações. Os técnicos José Mourinho, do Chelsea, e Arsene Wenger, do Arsenal, não receberam nenhuma acusação ou advertência da FA, apesar de terem entrado em campo durante a confusão, ocorrida no fim da partida. Tudo começou com uma entrada de Mikel em Touré, que reagiu irritadamente. Na confusão, o zagueiro marfinense Emmanuel Eboué, do Arsenal, deu um encontrão com o lateral-esquerdo inglês Wayne Bridge, do Chelsea, que acabou no chão. O árbitro mostrou cartões vermelhos a Mikel, do Chelsea, e a Touré e Adebayor, do Arsenal. O inglês Frank Lampard e o espanhol Cesc também foram advertidos, mas com amarelo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.