Ivan Storti/ Santos FC
Ivan Storti/ Santos FC

Fabián Bustos aponta disparidade entre Santos e Palmeiras: 'Muita diferença'

Treinador santista elogia trabalho de Abel Ferreira e analisa próximos passos de seu trabalho na equipe da Vila

Redação, Estadão Conteúdo

13 de março de 2022 | 22h43

O técnico Fabián Bustos admitiu na noite deste domingo que há uma disparidade entre o seu time, o Santos, e o Palmeiras, vencedor do clássico pelo placar de 1 a 0, no Allianz Parque. Sem usar de meias palavras, o treinador reconheceu que o time da Vila Belmiro precisa "melhorar em todos os aspectos".

"Estamos falando de um time que tem muita diferença. É muita diferença hoje em dia. É um grande trabalho que o Abel (Ferreira) vem realizando. O Palmeiras é uma das três melhores equipes do continente. Somos uma equipe que precisa tentar competir melhor. Temos de trabalhar muito e tratar de corrigir as coisas. Temos de melhorar em todos os aspectos para cortar as diferenças", comentou o treinador.

Foi apenas o segundo jogo de Bustos no comando do Santos. Na estreia, venceu pela Copa do Brasil. O tropeço fora de casa, portanto, foi a primeira derrota do treinador com a equipe brasileira. Ciente das dificuldades que enfrentaria neste domingo, Bustos reconheceu a postura defensiva durante a maior parte do clássico.

"Jogamos nos defendendo, que é o que nos convém. Ainda nos falta muito trabalho. No pouco tempo, estamos tentando algumas situações. Para essa situação pontual, acreditamos ser o mais indicado (buscar mais a defesa). Eles tiveram situação para converter antes, mas nós também", analisou.

Bustos se disse satisfeito com a postura da equipe santista, apesar da superioridade palmeirense e da desvantagem numérica - Velázquez foi expulso ao acertar Kuscevic dentro da área no fim do primeiro tempo.

"Gostei que a equipe seguiu lutando", comentou. "Para cortar essa diferença (entre os dois times), temos de competir melhor. A história do Santos nos pede, a torcida também, por isso temos de corrigir as coisas. A realidade do Palmeiras é diferente da do Santos", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.