AP
AP

Fabio Cannavaro, melhor do mundo em 2006, anuncia aposentadoria

Zagueiro italiano deixa os gramados por conta de problemas físicos

Agência Estado

09 de julho de 2011 | 09h44

DUBAI - O italiano Fabio Cannavaro anunciou sua aposentadoria do futebol neste sábado, cinco anos após ser o capitão da seleção do seu país na conquista do título da Copa do Mundo de 2006. Cannavaro, de 38 anos, disse que exames médicos na Itália e depois nos Emirados Árabes Unidos revelaram que uma lesão no joelho o impediria de cumprir o segundo e último ano de seu contrato com o Al Alhi, de Dubai.

"Estou muito triste. O futebol é tudo para mim na minha vida", disse Cannavaro. "Não é uma coisa simples. Todo mundo diz que vai chegar a hora um dia. Mas quando chega, é uma decisão que você tem que enfrentar. Voltei para Dubai para continuar treinando. Infelizmente, os médicos não me permitiram continuar".

Cannavaro é o único zagueiro a ser eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa, o que aconteceu em 2006, depois da Itália sofrer apenas dois gols na Copa do Mundo. Ele disputou quatro Copas do Mundo em uma carreira profissional de 19 anos, e detém o recorde de partidas disputadas pela seleção da Itália, com 136.

Apesar da pequena estatura para um zagueiro - tem apenas 1,77 metros -, Cannavaro foi um excelente marcador. Aposentou-se da seleção da Itália após o fracasso na Copa do Mundo de 2010, quando a equipe foi eliminada na primeira fase e ele foi criticado por ter falhado em gols marcados pelo Paraguai e pela Nova Zelândia. Suas atuações decepcionantes vieram logo após ser dispensado pela Juventus.

Cannavaro assinou com o Al Ahli no ano passado. Ele também jogou no Real Madrid, na Inter de Milão, no Parma e no Napoli. Além da Copa do Mundo de 2006, também foi campeão da Copa da Itália (1998/1999 e 2001/2002), da Supercopa da Itália (1999), da Copa da Uefa (1998/1999), do Campeonato Espanhol (2006/2007 e 2007/2008), da Supercopa da Espanha (2008) e do Campeonato Europeu Sub-21 (1994 e 1996).

Tudo o que sabemos sobre:
Cannavaroaposentadoriafutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.