AP
AP

Fabio Capello renova com a Rússia até o fim da Copa de 2018

Treinador italiano festejou a extensão do acordo, depois de ter ajudado a classificar o país para o Mundial deste ano

AE, Agência Estado

24 de janeiro de 2014 | 12h33

MOSCOU - A União Russa de Futebol anunciou oficialmente nesta sexta-feira que o técnico Fabio Capello renovou o seu contrato para dirigir a seleção da Rússia até o final da Copa do Mundo de 2018, que será realizada em solo russo. O treinador italiano festejou a extensão do acordo, depois de ter ajudado a classificar o país para o Mundial deste ano, marcado para acontecer entre junho e julho, no Brasil.

"Agradeço ao presidente da União Russa de Futebol (Nikolái Tolstij) e ao ministro do Esporte da Rússia (Vitali Mutkó) pela confiança depositada em mim. Fico muito feliz de seguir meu trabalho na Rússia. Temos grandes planos e farei o meu melhor para tornar os torcedores russos felizes", ressaltou Capello, por meio do site oficial da entidade que comanda o futebol russo.

O italiano de 67 anos assumiu o comando da seleção da Rússia em junho de 2012, substituindo o holandês Dick Advocaat, e teve sucesso ao garantir o país em sua primeira Copa do Mundo desde 2002. E a conquista da vaga veio em grande estilo nas Eliminatórias Europeias, liderando um grupo que contava com Portugal de Cristiano Ronaldo, cuja vaga na Copa só foi assegurada na repescagem do qualificatório.

Nikolay Tolstykh, presidente da União Russa de Futebol, também festejou a extensão do acordo firmada com o treinador nesta sexta. "Estamos felizes que um técnico qualificado como Fabio Capello continuará trabalhando no futebol russo", destacou.

Sede da Copa de 2018, a Rússia terá a sua seleção figurando no Grupo H do Mundial de 2014, que também contará com Bélgica, Argélia e Coreia do Sul. A estreia do time nacional será em 17 de junho, contra os sul-coreanos, em Cuiabá.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.