Fábio completa marca histórica e não se imagina com 1.000 jogos no Cruzeiro

Goleiro fez grandes defesas na vitória do Cruzeiro sobre a Chapecoense

Estadão Conteúdo

21 Outubro 2018 | 22h58

O goleiro Fábio foi o principal alvo da imprensa logo após a vitória do Cruzeiro por 3 a 0 sobre a Chapecoense, neste domingo, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pelo Campeonato Brasileiro. Ele completou a histórica marca de 800 jogos com a camisa celeste e ao ser perguntado se chegaria aos mil, confessou que nunca imaginava ir tão longe.

"Quando comecei a jogar futebol nunca imaginei que iria jogar em grandes clubes, que teria uma trajetória tão bonita como eu vivi aqui no Cruzeiro. Então, vamos esperar o que Deus vai me reservar", disse o goleiro de 38 anos, jogador com maior número de atuações pelo clube que defende desde 2005.

Mesmo com a vitória folgada no placar, o goleiro cruzeirense fez, pelo menos, duas grandes defesas no segundo tempo, quando a Chapecoense tentou diminuir o placar. "É complicado porque às vezes você está frio, mas é por isso que ficamos sempre atentos".

Fora isso, ele comentou o de praxe. Agradeceu muitas vezes a Deus, aproveitando também para enaltecer o apoio do clube, dos companheiros e de todos os treinadores de goleiros que passaram pela Toca da Raposa - destacando o atual, Robertinho, que está com ele há oito anos.

Hexacampeão da Copa do Brasil, o Cruzeiro vai focar o restante da temporada somente no Brasileirão. O seu próximo jogo será contra o Ceará, adiado da 28.ª rodada, nesta quarta-feira, às 19h30, de novo no estádio Independência. Pela 31.ª rodada vai atuar de novo em Minas Gerais, desta vez diante do lanterna Paraná, no sábado, às 21 horas. A ideia é terminar esta rodada com 46 pontos e entrar na briga direta pelas primeiras posições.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.