Fábio Costa acredita em vitória sobre o Cruzeiro

Goleiro santista fala um mês depois do afastamento por deficiência técnica e diz que 'Brasileirão já acabou'

Sanches Filho, Espacial para o Estadão

01 de outubro de 2007 | 19h35

Um mês depois do afastamento por deficiência técnica, em razão do gol de falta que sofreu na derrota contra o Corinthians, Fábio Costa quebrou o silêncio e deu entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira no CT Rei Pelé. O goleiro disse acreditar que o Santos vá ganhar do Cruzeiro, quarta-feira, no Mineirão, somar ponto contra Botafogo, sábado à noite, no Engenhão, e depois derrotar o Palmeiras, na Vila Belmiro, encerrando a série de jogos contra concorrentes diretos por uma vaga na Copa Libertadores. "Essa partida (contra o Palmeiras) ainda está engasgada porque estávamos ganhando até o último minuto. Além disso, será a última oportunidade para ganharmos um clássico paulista no Brasileiro", disse Fábio Costa, que, se ao ser punido por Vanderlei Luxemburgo parecia desinteressado pelo futuro santista no Campeonato Brasileiro, agora demonstra estar outra vez motivado. "Ganhar do Cruzeiro no Mineirão não é nenhum absurdo. Basta o time se aplicar como contra o Grêmio e o Vasco e ter equilíbrio para não perder jogador, porque aí fica difícil." Embora os números do time em jogos fora da Vila Belmiro não sejam bons - oito derrotas e apenas quatro vitórias -, Fábio Costa não vê motivo para preocupação. "O segredo para ganharmos fora é termos tranqüilidade. Se aceitarmos a pressão do adversário, acabamos sofrendo o gol. O importante é que temos jogadores experientes, que sabem como comandar o time em campo", disse. Para o goleiro santista, o Brasileiro deste ano já acabou, e o título não escapa mais do São Paulo. "Não há o que discutir: é um time que ganha dentro e fora de casa e que deve servir de exemplo para os demais. O que resta é cada um disputar o seu campeonato dentro da competição. Uns para não ser rebaixado; o do Santos e de mais alguns clubes é pela classificação para a Libertadores. A vaga vai determinar a nossa próxima temporada e tudo o que possa nos acontecer de bom no ano que vem. Sem falar da importância que tem para a saúde financeira do clube", concluiu Fábio Costa. Na reapresentação dos jogadores, ontem à tarde, os titulares fizeram exercícios regenerativos na piscina, e os reservas correram em volta dos campos do CT Rei Pelé. Alessandro será o titular da lateral-direita, amanhã, contra o Cruzeiro, substituindo Baiano, que vai cumprir suspensão pela expulsão contra o Vasco. Kléber retorna à lateral-esquerda. Como Luxemburgo vai escalar o time com três zagueiros, Petkovic deve ficar no banco. A viagem para Belo Horizonte está confirmada para esta segunda-feira à noite.

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCFábio Costa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.