Fábio Costa acusado de agredir cinegrafista

O goleiro Fábio Costa foi acusado de tentar agredir um cinegrafista de uma emissora de TV de Minas Gerais, após a partida deste domingo entre Corinthians e Atlético-MG - que terminou com empate por 2 a 2. A acusação foi feita pela repórter Ana Paula, da TV Horizonte. O goleiro afirma que foi provocado.De acordo com a repórter, o problema começou quando ela tentou entrevistar Fábio Costa. ?Ele me disse que não queria naquele momento. O meu auxiliar disse: ?Também, no time do Corinthians? e ele tentou agredi-lo com socos e pontapés. Felizmente o auxiliar conseguir correr??, afirmou Ana Paula, que não revelou o nome do auxiliar.Ela reclama, também, que foi agredida verbalmente por Fábio Costa e denunciou o goleiro ao capitão da PM mineira Fábio Lima. A polícia localizou o jogador já no ônibus do Corinthians e obrigou a descer. O auxiliar e a repórter estavam dispostos a fazer boletim de ocorrência contra o goleiro, que também decidiu registrar B.O. contra os acusadores.Fabio Costa não voltou para São Paulo com a delegação do Corinthians. Acompanhado do vice-presidente, Antonio Roque Citadini, o jogador teve de ficar na delegacia para depoimentos.?Jornalista tem que fazer o seu trabalho e não agir como torcedor. Se quiser agir como torcedor tem que ir para a arquibancada??, esbravejou Fábio Costa, que há cerca de dois meses deu outro sinal de descontrole emocional ao jogar seu carro contra o fotógrafo Sebastião Moreira, do Estado, após treino do Corinthians.Quem também voltou a brigar com um jornalista neste domingo foi o colombiano Rincón. No intervalo, ele discutiu com um repórter da TV Globo que tentou entrevistá-lo e disse que o jornalista estava lhe provocando. No domingo anterior, no intervalo do jogo em que o Corinthians levou 4 a 0 do Palmeiras, Rincón quase agrediu o repórter Roberto Carmona, da Rádio Transamérica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.