Fábio Costa deve permanecer no Santos

Não bastasse a rivalidade entre Santos e Corinthians dentro de campo, os dois clubes estão disputando o goleiro Fábio Costa, que deverá definir sua escolha na segunda-feira. Os corintianos apresentaram proposta melhor que a dos santistas, mas nesta sexta-feira à tarde o caso teve uma reviravolta e há grande possibilidade de o jogador permanecer na Vila Belmiro. "A renovação está apalavrada", garantiu o diretor de Futebol, Francisco Lopes, para quem há 95% de chances de Fábio seguir no time em 2004.O procurador de Fábio Costa, Gustavo Amorim, esteve reunido na quarta-feira com o gerente de futebol do Santos, Ilton José da Costa, e não houve acordo, pois os santistas não cobriram a proposta corintiana. Os valores eram parecidos, mas a forma de pagamento das luvas é que colocava o time do Parque São Jorge em vantagem.Diante disso, chegou a ser anunciado que já havia acordo em relação ao salário e luvas com o Corinthians, faltando pequenos detalhes a ser acertados, mas que a decisão só seria tomada na segunda-feira, quando o jogador se reunirá com um dirigente corintiano em Salvador, onde ele passa férias.Fábio Costa comentou pela manhã que seu procurador havia conversado com Ilton até a uma hora da madrugada desta sexta. "O Guga mostrou a proposta oficial do Corinthians, mas o Santos não concordou em cobri-la". O goleiro informou que não houve acordo mas que a diretoria santista ficou de apresentar uma contra-proposta. "Talvez seja um pouco tarde", advertiu, procurando não fechar as negociações. Mas os santistas reagiram, voltaram a negociar e no final da tarde desta sexta-feira estavam otimistas com a renovação, que só será decidida na segunda-feira.Por outro lado, as negociações com o Internacional de Porto Alegre evoluíram e Claiton pode ser o próximo reforço. Em contrapartida, os santistas cederão o centroavante William ao clube gaúcho.River - Fábio Costa pode estar ganhando tempo, pois recebeu uma boa proposta do River Plate, que disputa a final da Copa Sul-Americana com o Cienciano, no Peru. A partir deste sábado o River começa a pensar na próxima temporada e as contratações passam primeiro pela definição da situação do técnico Manuel Pellegrini. "Recebi uma boa proposta", revelou o goleiro, "mas eles estavam esperando o término da Sul-Americana e a definição sobre a permanência do treinador".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.