Fábio Costa diz que não agrediu torcedor

Fábio Costa deu nesta sexta-feira sua versão para a briga que teve na madrugada de quinta-feira com o cozinheiro Ângelo Alves Hila Gimenes. ?Qualquer cidadão de bem se sentiria ofendido com o que ele fez e poderia até ter tomado atitude pior do que a minha." Ele negou ter batido em Gimenes. ?Ao contrário do que ele fala, eu apenas o empurrei." Segundo o goleiro, o cozinheiro jogou uma lata de cerveja em seu carro. ?Desci e perguntei: por que você está me agredindo se não fiz nada?" Aí Gimenes teria dito que não gosta de Fábio Costa e passou a xingá-lo. ?Eu disse que era um direito dele não gostar de mim, mas que eu também não gostava de um monte de gente e nem por isso iria sair atirando lata de cerveja no carro de alguém, às duas horas da madrugada." Gimenes retrucou, segundo Fábio Costa, dizendo que não gostava mesmo dele e que se tivesse um revólver daria um tiro em sua cara. ?Dei um empurrão nele para não criar atrito maior e foi nesse momento que chegaram os torcedores e perguntaram o que estava acontecendo." O goleiro comentou que sua resposta foi de que ?esse babaca atirou uma lata de cerveja em meu carro; aí os caras tomaram as dores e, a partir daí já não sei mais o que aconteceu." Segundo Fábio Costa, ?a justiça, infelizmente, dá a ele o direito de abrir esse processo, da mesma forma que vou fazer o mesmo porque ele inventou umas calúnias a meu respeito, como a que eu tinha bebido e todos sabem que eu não bebo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.