Fábio Costa diz ter feito acordo com o Santos

Fábio Costa se reuniu com o presidente do Santos, Marcelo Teixeira, nesta terça-feira, na Vila Belmiro, e ficou satisfeito com a promessa de que até o fim desta semana deve ser feito um acordo para que ele receba o que o clube lhe deve - cerca de R$ 5 milhões, segundo a sua advogada, Gislaine Nunes."Só não gostei que o advogado do Santos (Marcus Vinicius Lourenço Gomes) disse que não há a cláusula em que está estipulado o prazo de 60 dias para a quitação da dívida. É só ele ler direito para ver que a cláusula existe", disse Fábio Costa.Temendo uma possível reação negativa da torcida, o goleiro fez questão de esclarecer que está cobrando apenas uma dívida de 2003. Descartou, inclusive, pedir a penhora do CT Meninos da Vila, como sua advogada chegou a ameaçar na segunda-feira "Não quero o CT e nem uma cadeira do Santos ou qualquer outro bem material. Espero apenas que a dívida seja quitada", afirmou Fábio Costa.Capitão do atual time santista, Fábio Costa descartou a possibilidade de conseguir a sua liberação na Justiça, alegando que o seu contrato não está sendo cumprido. "Minha intenção é ficar no Santos por um bom tempo ainda. O que vale para mim é a palavra do presidente e se ele falou que vai resolver tudo rapidamente, está tudo zerado", completou o goleiro.Treino tem a presença de PedrinhoA principal novidade no treinamento do Santos nesta terça-feira à tarde, no CT Rei Pelé, foi a presença do meia Pedrinho, que já defendeu o Palmeiras e estava no Fluminense até dezembro. Ele ficará no clube durante três semanas, fazendo um trabalho de fortalecimento muscular, sob a orientação do fisioterapeuta Nilton Petrone e do preparador físico Antônio Mello. E, se conseguir entrar em forma, assinará contrato por seis meses para reforçar o time do técnico Vanderlei Luxemburgo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.