Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Fábio Costa e Adriano voltam aos treinos do Santos

Goleiro ainda não tem condições de jogo, mas volante pode voltar já no jogo contra a Portuguesa, domingo

Sanches Filho - Especial para O Estado de S. Paulo,

23 de setembro de 2008 | 13h57

O Santos se reapresentou nesta terça-feira no CT Rei Pelé querendo em esquecer a goleado sofrida no último sábado para o Goiás e já pensando no confronto contra a Portuguesa, domingo. O time de Márcio Fernandes quer somar mais três pontos em casa e se aproximar ainda mais da classificação à Copa sul-americana.Veja também:Pará cobra postura diferente no Santos após goleadaMárcio Fernandes diz que deve permanecer no Santos em 2009 Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoAinda em recuperação, a novidade foi a presença do goleiro Fábio Costa no treino físico desta manhã. O jogador fez um trabalho leve e correu ao redor do campo, mas ainda não tem condições de jogo.  Fábio Costa sofreu um estiramento muscular na coxa esquerda em um recreativo no dia seguinte ao empate em 2a 2 com o Botafogo, na Vila Belmiro, em 13 de julho, pela 11.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Sua volta ao gol do Santos ainda não tem data definida, mas segundo os médicos do clube, ele pode voltar na partida contra o Atlético-PR, em 4 de outubro. Outro que participou normalmente do treino físico foi o volante Adriano. O jogador também desfalcou o Santos nas últimas partidas, mas, ao contrário de Fábio Costa, já tem condições de jogo contra a Portuguesa. Apesar de recuperado, Márcio Fernandes não garante a volta imediata do jogador. O técnico considera que tem boas opções para o setor defensivo do time e sinaliza que Adriano ficará à disposição no banco de reservas. "O Santos tem muito bons jogadores para a posição e esse setor não é o mais carente do time, mas claro, ele é uma opção", disse o técnico, que escalou Roberto Brum e Rodrigo Souto no último jogo. Se Adriano tem poucas chances de sair como titular, a situação se inverte a respeito do meia-atacante Pará. Apesar da derrota, ele entrou bem na partida contra o Goiás e até fez o gol de honra dos santistas. "Estou trabalhando sério e o professor [Márcio Fernandes] tem me colocado aos poucos, mas estou apto a começar jogando se ele achar necessário", disse o jogador, com esperanças de ser aproveitado no meio-de-campo e não, no ataque. "Faço poucos gols, mas tenho facilidade para dar assistências aos companheiros", completou. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.