Fábio Costa joga machucado em Rio Preto

Fábio Costa jogou machucado contra o América, neste domingo, em São José do Rio Preto. O jogador não entrou em campo totalmente recuperado da lesão no pé esquerdo, que o tirou de dois treinamentos na semana. O goleiro foi outro que não apareceu para conversar com os jornalistas ao final do jogo, no vestiário. Mas o técnico Oswaldo de Oliveira saiu em defesa do jogador e dos médicos do clube. "Foi uma decisão bem avaliada pela Comissão Técnica e pelos médicos. Além disso, não vejo nenhuma espécie de comprometimento de Fábio Costa nessa derrota. Ao contrário: ele fez até grandes defesas." Em sua única entrevista em São José do Rio Preto, Fábio Costa criticiou o péssimo estado do gramado do Teixeirão. Na sequência, ainda criticou a Federação Paulista de Futebol. "As pessoas que decidiram aumentar o preço dos ingressos deveriam ter vindo até aqui antes." O goleiro foi prejudicado em pelo menos duas vezes pelo estado do gramado. Ainda no primeiro tempo, ao receber uma bola atrasada por Anderson, o goleiro quase foi enganado. A bola passou por um morrinho, desviou de rota, e o América só não aproveitou porque Fábio ainda conseguiu se recuperar, correndo atrás dela. Na outra jogada, quase foi enganado de novo pelo morrinho, num chute de Daniel. "Não tem cabimento jogar num campo desses", acrescentou. Além de Fábio Costa, também Fabinho e Fabrício criticaram o mau estado do gramado no intervalo. Mas ao final da partida, por motivos óbvios, resolveram esquecer o tema do discurso. "Nem dá para falar nisso agora", sentenciou Fabrício. "O time perdeu, não há muito o que falar.Além disso, sempre alguém vai dizer que estava ruim para os dois times. Só que o América está mais acostumado a jogar aqui."

Agencia Estado,

07 de março de 2004 | 20h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.