Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Fabio Costa não volta com a delegação

O goleiro Fábio Costa foi parar na delegacia depois da partida deste domingo em Belo Horizonte, contra o Atlético Mineiro (2 a 2), acusado de ter ofendido a repórter Ana Paula Damasceno, da TV Horizonte. Por causa do incidente, ele e o dirigente Antônio Roque Citadini não puderam voltar com a delegação no vôo das 21h da Varig e tiveram de embarcar num avião da Gol às 21h45.A repórter pediu uma entrevista ao final da partida e Fábio Costa disse que não daria. O auxiliar de câmera Luiz Eustáquio retrucou que ?não faria falta porque o Corinthians é um timinho de m...?Fábio Costa ficou transtornado e partiu para cima de toda a equipe. Como Ana Paula ficou na frente defendendo o auxiliar, o goleiro a xingou. ?Ele me chamou de loira, vadia, vagabunda. Eu sei o preconceito que mulher sofre no esporte. Prestei queixa contra ele e vou até o fim?, disse Ana Paula.?Essa repórter está vivendo os cinco minutos de fama dela. Quer aparecer às minhas custas?, acusou o goleiro.O goleiro e a jornalista prestaram depoimento no 14º Distrito Policial. Mas o delegado Renato Pinho Martins disse que seria fundamental ouvir também o auxiliar de câmera, que não foi à delegacia. Por isso, daqui a aproximadamente um mês Fábio Costa terá de voltar a Belo Horizonte para ser ouvido sobre o caso.Citadini, que é advogado e por isso acompanhou o goleiro na delegacia, estava revoltado com a situação. ?Isso é uma ignorância, coisa de gente que quer aparecer.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.